Festival de Cinema Fantástico (ou SP Terror 2009)

6 07 2009

Entre os dias 25/06 e 02/07 de 2009 ocorreu no cinema da Reserva Cultural, em São Paulo, o I SP Terror.

Cartaz do evento.

Cartaz do evento.

Eu e meu amigo Chup fizemos uma aposta arriscada: compramos o passaporte, que dava direito a 10 filmes à sua escolha.

Apostas feita, estivemos em 5 dias do evento, vendo 2 filmes por dia.

Foram eles, na ordem a seguir:

36 Passos (36 Pasos)

Filme de produção argentina. Seis amigas planejam uma festa para uma antiga colega de classe. Mas elas estão em uma casa da qual não podem sair. Qual será o segredo por trás disso??

Eu gostei do filme. Ele te prende e é divertido, além do final inesperado.

Nota: 7,5/10

Seis belas garotas...

Seis belas garotas...

Eden Log

Filme francês. Um homem acorda no fundo de uma caverna, sem memória de como foi parar lá ou mesmo de seu nome, e passa a andar por um lugar cheio de túneis e de criaturas estranhas.

Um dos melhores filmes do festival, Eden Log nos fez sair da sala dizendo “tá, preciso de tempo pra entender isso direito”! Ótima produção e um final… que eu ainda não entendo direito.

Nota: 8,5/10

Cartaz do filme.

Cartaz do filme.

O Visitante de Inverno (El Visitante de Invierno)

Produção conjunta de Argentina e Espanha. Garoto vai para o interior da Argentina para se recuperar de problemas psiquiátricos. Mas um dia ele nota que crianças que entram em uma certa casa… nunca saem.

Essa foi uma das maiores surpresas entre os que vi! Bons atores, um roteiro interesantíssimo e um final surpreendente.

Nota: 9/10

O que será que ele viu...?

O que será que ele viu...?

Deadgirl (Deadgirl)

Produção norte-americana. Dois amigos vão a um hospital psiquátrico abandonado enquanto matam aula, e lá encontram uma garota. Ela não está morta… ou pelo menos, não necessariamente. Eles começam a traçar planos pra… “cuidarem” dela. Mas isso leva a um caminho perigoso.

Outra grata surpresa, mas menos que “O Visitante…”.  Apesar da violência desmedida, é diversão garantida!

Nota: 8/10

Veja esse olhar...

Veja esse olhar...

Yoroi: Zumbi Samurai (Yoroi: Samurai Zonbi)

Produção japonesa. Família sai de férias, mas é sequestrada por um casal no meio da viagem. Eles acabam indo parar em um antigo vilarejo, que dizem ser amaldiçoado. E um zumbi com armadura samurai passa a atacá-los!

Esse filme foi uma das minhas decepções. Fui pensando que seria bem trash, e ele realmente foi! Mas ele teve um final desnecessário, o que o fez perder parte do charme. Mas mesmo assim, divertido!

Nota: 7/10

Personagens caricatos!

Personagens caricatos!

Os Descendentes (Solos)

Produção chilena. Garota vaga sozinha, em um mundo pós-apocalíptico destruído por guerras, enquanto tenta sobreviver a busca de comida. Os poucos sobreviventes são soldados e o que parecem pessoas infectadas por um vírus que os transformou em algo… sinistro.

Uma história incrível! A produção deixa o filme com uma coloração diferente propositalmente, e você só entende o motivo no final!

Nota: 8,5/10

Zumbi!

Zumbi!

Matadores de Vampiras Lésbicas (Lesbian Vampire Killers)

Produção inglesa. Dois amigos saem para uma viagem, e vão parar em um vilarejo no meio do nada, na Inglaterra. Eles encontram 4 belas garotas e vão para um local passar a noite. O que eles não sabem é que aquele local, que é conhecido pela lenda da rainha vampira, possui vampiras que escravizam garotas que completam 18 anos. Elas são vampiras… lésbicas! E eles tem que acabar com o reinado dessas vampiras, antes que a rainha seja acordada!

Sem dúvidas, o melhor filme do festival! Diversão, garotas, sangue, comédia, está tudo lá! timo programa pra um fim de semana!

Nota: 10/10

Beija! Beija!

Beija! Beija!

Mangue Negro (Mangue Negro)

Produção brasileira! O mangue está acabando… ou acabado. Não se encontra mais nem alimento, e tudo parece podre… morto. Num dia nada comum, os mortos aparentemente começam a sair do mangue, e uma carnificina se inicia. Será que esse é o fim dos moradores do mangue?

Produção barata, independente… mas incrível! Os animatrônicos relembram aquele animatrônico zumbi dos filmes antigos de George Romero, e a diversão é garantida!

Nota: 10/10

"Nessa vida todo mundo morre, Luís"

"Nessa vida todo mundo morre, Luís"

Gigante do Japão (Dai-Nipponjin)

Produção japonesa. Um homem comum vive em Tóquio. Quando o país é atacado por monstros, ele é chamado pelo governo e se torna o Gigante do Japão.

O pior filme do evento, pelo menos dos que eu assisti. Um filme como esse não podia ser levado tão a sério como ele foi! Apenas o final o salva do total desastre!

Nota: 4,5/10

Nosso herói e um... monstro?!

Nosso herói e um... monstro?!

Deixa Ela Entrar (Lat Den Rätte Komma In)

Produção suéca. Oskar é um garoto comum, que vive sendo atormentado na escola por outros garotos, e não tem amigos. Até conhecer Eli, uma garota que mora no apartamento ao lado do seu. Só que ela não é bem uma garota…

O festival fecha com chave de ouro (na verdade, ele acabou com Der Golen, filme alemão da década de 30) com esse filme de vampiros feito na Suécia. Ele surpreende pela ótima produção e um roteiro bem coeso. Além de seguir a linha de vampiros à lá Anne Rice/Bram Stoker, diferente da linha criada por Stephenie Meyer em Crepúsculo.

Nota: 10/10

No poster, Eli...

No poster, Eli...

Numa nota geral pelo evento, achei uma atitude bacana essa dos organizadores! Aguardo ansiosamente pela 2ª edição em 2010! Isso se tiver…

Listen to: Heal the World – Michael Jackson (RIP, MJ)

Anúncios