O Girl Power de My Little Pony

20 06 2017

O feminismo é um assunto o qual eu não trataria aqui de forma mais sucinta porque não estou dentro dele, então vou apenas usar meu único motivo pra textos recentemente pra tratar sobre o assunto de forma breve.

Muito vem sendo dito sobre a “revolução” causada pelo filme da Mulher Maravilha, como a personagem finalmente deu voz e imagem ao movimento na tela como nunca antes foi visto (exceto, talvez, por Xena, Sarah Connor, Ripley, Lara Croft, Barbarella, Tank Girl, Aeon Flux, Alice… acho que cada vez que penso a lista aumenta, mas ok), e em animações temos recentemente Korra em Avatar: A Lenda de Korra (que ainda vai além, tratando sobre relacionamento homoafetivo de uma forma simplesmente incrível). Mas existe ainda outra obra que eu venho falando onde isso é tratado de forma talvez sutil, mas ainda mais interessante: sim, estou falando de My Little Pony.

my-little-pony

Praticamente 100% das personagens principais são garotas (as Mane Six, as Cutie Mark Crusaders, as princesas e até as vilãs, dando aqui exceção a Discórdia, Rei Sombra e Lorde Tirek entre os principais vilões da série). Até mesmo em Equestria Girls sempre temos uma vilã (ou antagonista) em todos os filmes: Sunset Shimmer no primeiro, As Dazzlings no segundo, Midnight Sparkle no terceiro (apesar de nesse caso eu apostar mais na diretora Cinch como a verdadeira antagonista) e Gloriosa Daisy no quarto. Entre os personagens ditos principais temos apenas DOIS do sexo masculino: o dragão bebê Spike e Big McIntosh, irmão da Apple Jack.

cutiemarkcrusaders

Dando mais ênfase às Mane Six, cada uma das personagens tem uma importância dentro do todo, principalmente quando se trata dos Elementos da Harmonia: a honestidade de Apple Jack, a bondade de Fluttershy, o bom humor de Pinkie Pie, a generosidade de Rarity, a lealdade de Rainbow Dash e a mágica de Twilight Sparkle. Cada elemento separado é o que conduz a personalidade delas, mas unidas elas tem poder o suficiente para derrotar os mais diversos vilões, desde Nightmare Moon no início da série até mesmo as tropas changeling da Rainha Chrysalis. Juntas elas conseguem o poder da amizade, que é o principal foco (mas não o único) da série. Outro ponto interessante é a falta de relacionamentos amorosos das personagens. Em momento algum isso é empurrado goela abaixo do espectador (exceto talvez na busca pelo príncipe encantado de Rarity, mas isso aparece em pouquíssimos episódios). As pôneis são independentes e nunca precisam de uma ajuda extra masculina (e quando isso ocorre é de um modo sutil, mas isso não vem ao caso agora).

0_96365_fca6bbf5_XXL

Tratando das princesas, elas são a realeza de Equestria. A única vez que vemos um REI sendo citado é o vilanesco Rei Sombra, que foi combatido E vencido por Celestia e Luna no passado, e depois pelas Mane Six no retorno do Reino de Cristal. Cada princesa tem sua parte no todo: Celestia governa e traz o Sol toda manhã, Luna auxilia sua irmã e traz a Lua toda noite e Cadance é a soberana no Reino de Cristal, ao lado de seu amado Shining Armor. E aqui vai outro ponto: a importante É Cadance, Shining Armor é apenas seu esposo e auxilia como pode com sua magia.

eb1213ced738be67b906648f07cdbd30

E mesmo com isso tudo vemos que não é o feminismo sendo forçado, e sim tratado com naturalidade, mostrado que a mulher tem SIM sua força e importância, mas não de modo brusco. E isso é uma das coisas que me faz admirar essa série.





The Songs of Equestria

10 06 2017

Tudo o que já falei sobre My Little Pony é legal, mas tem algo que é parte importantíssima da série e até agora não tratei: as músicas. Em boa parte dos episódios as músicas dizem muito sobre a situação ou o sentimento das personagens. Vou colocar aqui algumas das minhas preferidas até agora (quinta temporada). E depois faço outro sobre as músicas de Equestria Girls, que também são excelentes!

maxresdefault

This Day Aria
Twilight Sparkle é surpreendida por um convite de casamento: Cadence,a única amiga de infância (e que também era babá dela) vai se casar com seu irmão mais velho, Shining Armor! Twilight fica brava a princípio por não ter sido avisada antes, mas depois fica super feliz com o casório. Mas ela passa a estranhar o comportamento de Cadence (que insiste em ser chamada por seu verdadeiro nome, Mi Amore Candenza). Twilight então passa a perceber que ela está fazendo algo a seu irmão, e tenta impedir. Como ela é desacreditada na situação acaba desistindo, porém Cadence se mostra mesmo má e acaba mandando Twilight pra um lugar longe. Lá Twilight acaba encontrando a verdadeira Cadence, e elas passam a tentar fugir da caverna em que estão para impedir o casamento. O “dueto” entre as duas Cadence (a verdadeira e a que tomou o lugar dela, e logo depois é mostrado quem é ela) é incrível. Mas não apenas por isso, e sim pelas disparidades entre o verdadeiro amor da Princesa Cadence pelo Shining Armor e todo o desprezo pela situação da Cadence falsa, mas que mesmo assim quer aproveitar ao máximo a situação e, mesmo “não tendo lugar em seu coração” ainda quer o noivo só pra ela.

Vídeo de This Day Aria

 

The Pony I Want to Be
Diamond Tiara é uma potrinha de família rica, e por isso passa quase cinco temporadas aporrinhando as Cutie Mark Crusaders por elas serem, como ela mesma diz, “flancos lisos” (Sweetie Belle, Scootaloo e Apple Bloom são chamadas de Cutie Mark Crusaders justamente porque estão em busca de suas cutie marks). Em dado momento Diamond Tiara perde uma eleição na escola pro potrinho que era apoiado pelas Crusaders, e a mãe dela não fica nada satisfeita. É aí que ela canta essa canção, e todos (principalmente as Crusaders) passamos a entender que, no fundo, Diamond é apenas alguém que sofre uma enorme pressão por parte dos pais e não consegue ser ela mesma. Impossível não achar a canção tocante.

Vídeo de The Pony I Want to Be

The Magic Inside
Countess Coloratura é a maior “diva pop” de Equestria. Em dado momento, Pinkie Pie consegue chamá-la para um festival beneficente em Ponyville. Mas aí descobrimos que Applejack era amiga dela de infância, e fica feliz de revê-la tanto tempo depois. O que Applejack não compreende é como ela mudou tanto, até que ela percebe que é tudo graças ao seu empresário Svengallop, que usa do sucesso dela pra conseguir tudo o que quer. Applejack resolve mostrar isso a Coloratura, que fica revoltada com Svengallop, principalmente porque ele não apoia o gosto de Coloratura por ajudar outros pôneis como pode. Ela então canta essa canção após Applejack relembrá-la que o que importa mesmo é o que ela tem dentro de si. Pesquisando sobre essa canção descobri que ela é uma homenagem às canções acústicas de Lady Gaga (e isso fica claro no episódio, que é incrível!).

Vídeo de The Magic Inside

A True True Friend
Twilight Sparkle é incumbida pela princesa Celéstia de tentar completar uma magia de Star Swirl, o Barbudo. Twilight diz o que já se encontra na página do livro e vai dormir. Quando acorda todas as suas amigas estão com suas cutie marks trocadas (demonstada em outra música divertidíssima: What My Cutie Mark is Telling Me). Twilight tenta então entender o que aconteceu, e nem mesmo Zecora consegue auxiliá-la com uma poção pra reverter o ocorrido. Num estalo repentino ela então percebe como resolver a situação: levar cada pônei a relembrar seus verdadeiros “eus”. Assim uma a uma elas vão recuperando suas próprias cutie marks, enquanto vão cantando sobre a importância da verdadeira amizade e estar sempre lá para ajudar suas amigas.

Vídeo de A True True Friend

Hearts Strong as Horses
Os Jogos de Equestria estão chegando, e em cada cidade haverá uma competição para decidir sobre quem carregará a bandeira dela na abertura dos Jogos. As Cutie Mark Crusaders decidem que vão tentar uma apresentação incrível, mas Diamond Tiara e Silver Spoon vão tentar dar um jeito de sabotar as Crusaders para conseguirem a vaga. Na canção as Crusaders cantam sobre como juntas elas são “fortes como cavalos” e tem uma determinação inabalável para conseguir essa oportunidade e, quem sabe, também obter suas cuite marks no processo.

Vídeo de Hearts Strong as Horses

You’ll Play Your Part
Twilight Sparkle se tornou a Princesa da Amizade. Porém ela não anda muito feliz porque ela se sente como apenas uma “peça decorativa”, que não ajuda em nada como gostaria. Nesse momento ela desabafa com as princesas Celestia, Luna e Cadence sobre isso, chegando então a essa música, onde as três princesas mostram a Twilight que no momento certo ela também terá sua parte importante como princesa.

Vídeo de You’ll Play Your Part

Glass of Water
Essa entra aqui por um motivo meio besta: ela é uma das canções do Discórdia! A Princesa Cadence finalmente conseguiu um tempo para visitar Twilight em Ponyville, e Twilight faz de tudo para preparar uma recepção e um roteiro incrível para passar esse tempo junto com Cadence. Mas a equação acaba ruindo quando Discórdia aparece, dizendo estar doente e pede que Twilight cuide dele, já que Fluttershy está viajando. Ele então acaba com o passeio de Twilight e Cadence, cantando essa canção fazendo diversos pedidos em sua convelescença, porém daquele jeito que só o Discórdia consegue fazer!

Vídeo de Glass of Water

The Goof Off
É aniversário de Rainbow Dash, e Pinkie Pie está preparando uma mega festa para ela em Ponyville! O que ela não esperava era o aparecimento de Cheese sandwich, autoproclamado o maior pônei de festas de Equestria! Quando Pinkie é deixada de lado após a chegada de Cheese ela vai até sua casa se lamentar (Pinkie’s Lament, outra ótima canção) e então decide lutar com todas as forças contra Cheese para decidirem quem é o maior pônei de festas: um duelo de bobeiras! Aqui temos um charme a mais: Cheese Sandwich é dublado pelo sensacional “Weird Al” Yankovic!

Vídeo de The Goof Off

May the Best Pet Win
As amigas resolvem passear no parque com seus animais de estimação: Pinky com Gummy, Apllejack com Winona, Rarity com Opalescence, Twilight com Owlowiscious e Fluttershy com Angel. Porém Rainbow Dash não tem nenhum animal pra participar do passeio. Fluttershy então diz a Rainbow que ela tem diversos animais, e que talvez algum deles possa ser perfeito para ela. Rainbow adora a ideia e vai dar uma olhada. A música então trata de Flutteshy dando a Rainbow as mais diversas opções de animais!

Vídeo de May the Best Pet Win

Winter Wrap Up
O inverno acabou, e em Ponyville todos os pôneis ajudam a trazer a primavera, divididas em equipes: uma equipe para retirar a neve e limpar os céus, uma para acordar os animais e preparar os ninhos e afins e uma equipe de plantas para preparar as árvores e plantações para a primavera. A música explica como cada uma das equipes trabalha, enquanto Twilight vai entendendo como as coisas funcionam, pois ela quer ajudar sem utilizar sua magia, pois Ponyville foi fundada por pôneis terrestres sem a ajuda de qualquer magia.

Vídeo de Winter Wrap Up

The Perfect Stallion
Chegou o dia do coração (equivalente ao valentine’s day), e o clima de amor está no ar! As Cutie Mark Crusaders estão preparando um cartão especial para sua professora, Cheerilee. Apple Bloom diz a senhorita Cheerilee o quanto elas sentem um carinho pela professora, e dizem que esse cartão não deve se igualar ao que ela recebeu de seu alguém especial, no que Cheerilee diz que não tem ninguém assim. As Crusaders ficam abismadas e resolvem elas mesmas encontrar alguém para a professora. Na canção elas rodam Ponyville e não conseguem encontrar ninguém, até que um cavalo diz não ter nada especial para aquele dia, e as Crusaders então dizem ter encontrado o garanhão perfeito para a senhorita Cheerilee!

Vídeo de The Perfect Stallion

At the Gala
Uma noite especial chegou em Canterlot! É o Grande Baile Galopante, que ocorre uma vez por ano no castelo, e as Mane Six estão se preparando para ir ao baile! Na música as pôneis deixam claro suas intenções no Grande Baile, cada qual um desejo especial: Fluttershy quer encontrar os animaizinhos do castelo, Applejack vender os produtos da Família Apple, Rarity encontrar seu príncipe encantado, Pinkie Pie fazer de tudo uma grande festa e Twilight Sparkle passar uma noite incrível com a princesa Celéstia.

Vídeo de At the Gala





Breves Comentários sobre o Cancelamento de Sense8

2 06 2017

Ontem a Netflix anunciou, repentinamente, o cancelamento de uma de suas séries mais assistidas (ao menos aqui no Brasil, e acho que ESSE é o ponto chave pra se iniciar a discussão), Sense8. Anteriormente The Get Down também havia sido cancelada pelo serviço de streaming (e estúdio nas horas vagas, lançando título atrás de título original nos últimos tempos, entre séries e filmes).

Obviamente os fãs caíram matando contra isso. Entendo a revolta dos fãs, mas só até certo ponto. Colocar isso como um desserviço a certas minorias (em ambos os casos, tanto Sense8 quanto The Get Down) pode até ter lá sua razão, porém o que importa DE VERDADE para a Netflix e seus acionistas é: o quanto de retorno financeiro elas estão dando? Além, claro, de diversos problemas durante a produção das séries, o quanto isso afeta na qualidade ou, novamente, no RETORNO FINANCEIRO a essa galera?

Gente, vamos lá: chega de ver a Netflix como uma pessoa e passem a ver como ela SEMPRE foi: uma empresa de capital aberto. E empresas visam LUCRO, e não apenas likes em redes sociais ou discursos (que em certo âmbito ela REALMENTE o fez, não posso negar). Mas por favor, PAREM DE ACHAR QUE TUDO ISSO É UM COMPLÔ CONTRA AS MINORIAS, NÃO É NADA DISSO!!

Há quem diga que foi absurdo renovarem 13 Reasons Why e cancelarem as outras duas. Provavelmente isso ocorreu porque 13 Reason DEU RETORNO AOS CARAS, enquanto as outras duas encararam problemas que davam mais dores de cabeça do que retorno a eles.

Querem reclamar por terem ficado sem um final digno? Ok, tem meu apoio. Querem partir pro outro lado? Não contem comigo. Desculpem, mas acho que é um exagero brutal isso tudo.