Divertida Mente *ou como a Pixar mostrou que ainda manja dos paranauê*

17 06 2015

Divertida Mente (Inside Out) é o 15º longa de animação da Pixar.

insideout-teaser-2-580x328

A Pixar sempre primou por trazer filmes maravilhosos, com histórias tocantes e divertidas (algumas nem tanto, vide Carros 2 ou Universidade Monstros). Mas mesmo os filmes ruins deles são um pouco acima da média. O caso é que nos últimos anos, após o lançamento de Valente, a Pixar parecia encarar problemas. Universidade Monstros não teve a recepção que esperavam, a produção de Newt foi cancelada e Os Bons Dinossauros teve seu lançamento adiado. Parecia que a Pixar estava enfrentando uma crise de meia idade. Mas agora podem esquecer isso.

Oi Alegria!

Oi Alegria!

Divertida Mente mostra que, além de estarem com a mesma pegada de sempre, eles ainda provam porque são os mestres em nos fazer, num curto espaço de tempo, chorar de rir e ir às lágrimas de tristeza. Isso eles fazem como ninguém!

O filme trata da garota Riley e seus sentimentos. Mas os sentimentos de modo, digamos, palpável. E vemos como trabalham a Alegria, a Tristeza, o Raiva, a Nojinho e o Medo enquanto Riley vai crescendo. Porém, um problema sério no Centro de Comando faz com que as coisas saiam de controle.

DEU RUIM

DEU RUIM

Não vou além disso, porque qualquer coisa que eu disser pode estragar a aventura. Sim, aventura mesmo, é isso que o filme nos leva.

Gosto de tudo da Pixar, mas sempre tenho uma tríade acima: Toy Story 3, Up e Wall-E. E agora Divertida Mente se encaixa no mesmo patamar dessas três obras de arte cinematográficas. Parabéns, Pixar!

Anúncios




For the Watch *ou o fim da quinta temporada de GoT* (ATENÇÃO: SPOILERS)

15 06 2015

Vou fazer um texto com alguns spoilers do final da quinta temporada de Game of Thrones.

Desde os primeiros minutos dele vimos gente morrendo no 10º episódio, “Mother’s Mercy”. Selyse Baratheon se enforca, levada pela tristeza e, creio eu, arrependimento após a morte da filha Shireen. Depois, no ataque a Winterfell, a tropa de Stannis é massacrada pelos Bolton. Stannis então encara uma amargurada Brienne, que ainda sentia ódio pela morte de Renly Baratheon. E é aqui que eu começo a teorizar. Brienne supostamente matou Stannis. Mas isso NÃO É MOSTRADO. Logo após isso, Theon mata Myranda em Winterfell, e ele e Sansa pulam o muro. Há quem diga que ambos morreram. Mais uma vez, nada é mostrado. Em Braavos, Arya Stark mata Meryn Trant. Em Dorne, após embarcar num navio para Porto Real com Jaime e outros, Myrcella é envenenada por Obara Sand. Outra vez, todos a dão como morta, mas novamente NADA É MOSTRADO. E pra finalizar, temos o final do episódio em Castle Black. Jon Snow recebe seis golpes de facas/punhais, sendo o  último dado por Olly direto no peito. Jon Snow cai, sangrando horrores. E aqui é que temos o primeiro e único caso: Jon Snow parece morto, porém algo me diz que NÃO ESTÁ. E não digo isso com base nos livros.

Minha teoria é meio esquisita, mas vamos lá: Melisandre reapareceu DO NADA em Castle Black, pouco antes da noite em que Jon é atacado pelos seus irmãos juramentados. A partir daqui, teorizo: ela queimou Shireen Baratheon, e creio que ALGO nas chamas a alertou de TUDO o que viria: o ataque a tropa de Stannis e também a Jon Snow. Mas ela teria visto algo mais, e aqui entro sim com a teoria do livro: Jon Snow seria o verdadeiro salvador. Muito bem, com essas informações eu vou além: quando alguém morre entre os patrulheiros morre, é queimado (como feito com o Meistre Aemon nessa temporada). Jon Snow, segundo teorias, é um Targaryen. Melisandre e seu deus vermelho R’hllor usam o fogo. Juntando os pontos, em algum momento Jon voltará a vida. Se pelo sangue Targaryen ou pelas mãos de R’hllor, é aí que eu tenho dúvida.

Bom, então no saldo: nem todo mundo que acham que morreu ontem deve estar REALMENTE morto. Pensem nisso.





Em Busca da Convegência *ou Steins;Gate*

8 06 2015

Steins;Gate.

SG logo

Nunca tinha ouvido falar, até o momento em que a JBC anunciou o lançamento do mangá em terras tupiniquins. Quando vi a empolgação de um amigo sobre esse lançamento resolvi dar uma lida no primeiro volume, logo que saiu nas bancas. Automaticamente após o primeiro volume lido eu já comecei a caçar o anime pra assistir quando possível.

Saiu o volume 2, e nesse meio tempo comecei a assistir o anime também. Li o volume 2 e o que até então era apenas uma história muito boa e curiosa passou a ter contornos de choque. O efeito borboleta passou a cobrar seu preço. Não aguentei e, nesse feriado prolongado, fiz uma maratona pra assistir o anime até o episódio 25. E não me arrependi: Steins;Gate passa a figurar no meu top 3 de animes (junto com Fullmetal Alchemist Brotherhood e Hellsing  Ultimate).

A história se passa em 2010, na região de Akihabara. Okabe Rintarou (a.k.a Hououin Kyouma) é o autoproclamado mad scientist do “Laboratório de Engenhocas do Futuro” (no original Mirai Gajetto Kenkyuujo). Ele passa os dias tentando bolar coisas mirabolantes e futuristas para se tornar um grande cientista. No início ele tem junto dele mais dois labomem (ou membros de laboratório): Shiina Mayuri (ou Mayushii), uma amiga de infância de Okarin (adoro os apelidos da série!) que se tornou sua “refém” após a morte da avó da garota quase levá-la a uma depressão irreversível; e Hashida Itaru, conhecido como Daru, um “super hacka” nas palavras do líder do laboratório, sempre corrigido por Daru para hacker.

Num evento fortuito sobre máquinas do tempo, Okabe e Mayuri vão a uma palestra do Dr. Nakabachi, onde Okarin joga na cara do palestrante que sua pesquisa é uma cópia descarada do que John Titor (um indivíduo que apareceu num fórum no ano de 2000, dizendo vir do futuro e prevendo que diversas coisas aconteceriam) disse sobre viagens no tempo. Okarin então é retirado da sala por uma garota, Makise Kurisu. Kurisu é uma cientista pesquisadora famosa que vive nos Estados Unidos, e estava de passagem pelo Japão. A partir desse encontro temos uma série de eventos onde os personagens passam a interagir numa linha paralela do tempo. Nisso outros labomem surgem, como Feyris NyanNyan, uma garota Moe que tem um Maid Café; Moeka Kiryuu, uma garota estranha que só consegue falar através de mensagens de celular; Urushibara Ruka, um garoto bishounen que vive num templo e parece uma garota; e Amane Suzuha, garota que trabalha em meio período na loja de TVs de Tenouji Yuugo (a.k.a. Mr. Braun), que também é dono da casa onde fica o laboratório.

Steins-Gate-Characters-Wallpaper

Na ordem: Okabe Rintarou, Shiina Mayuri, Makise Kurisu, Amane Suzuha, Moeka Kiryuu, Urushibara Ruka, Feyris NyanNyan e Hashida Itaru

Um pouco de comédia, um tanto de ficção científica e uma bela história fazem de Steins;Gate uma raridade no mercado de animes dos últimos anos. Particularmente ele foi uma das poucas exceções que eu abri nos últimos anos, junto com Shingeki no Kyojin. Quem sabe isso não me ajuda a procurar outras boas coisas que possam ter saído e que eu inadvertidamente deixei passar.

tumblr_lr1aps2X3G1r2fr4zo1_500