Um Palhaço Muito Louco *ou minhas impressões sobre A Coisa*

20 02 2015

Quando assisti ao telefilme de “It: A Obra Prima do Medo” pela primeira vez, alguns anos atrás, vi que eles conseguiram traduzir bem uma grande obra de Stephen King (seja no tamanho do livro, com mais de 1100 páginas ou na qualidade da história, que é fantástica) em pouco mais de três horas. Mas claro que eu ainda precisava ler a obra pra ter certeza disso. E foi o que fiz em 2014, quando a Suma das Letras finalmente relançou a obra em terras tupiniquins. Comprei logo que o livro foi lançado (não comprei em pré-venda, uma vergonha pra minha pessoa!) e levei cerca de um mês para conseguir terminá-lo. Ainda considero o filme uma boa adaptação, mas o terror que a história e, principalmente, Pennywise transmitem não foram completamente exprimidos na tela. Fica aqui agora a torcida para que a nova versão do filme consiga traduzir melhor (e que o ator tenha tanta capacidade quanto Tim Curry teve, porque ele foi MESMO um Pennywise assustador).

Bom, vamos ao que interessa: o livro. Desde o começo, quando acontece a primeira morte (e a primeira aparição de Pennywise) já fica um clima tenso, que a cidade de Derry realmente tem algo de estranho, alguma coisa que ninguém vê mas que torna a cidade realmente assustadora. Aliás, a “Coisa” em qualquer de suas formas é definitivamente tensa. E um personagem muito bem utilizado, sendo um dos preferidos dos fãs de King quando falamos do quesito maldade.

O “Clube dos Perdedores” (Losers’ Club no original) é composto por personagens que marcam de alguma forma. Temos o piadista (Richie Tozier), um com problema de gagueira (William ‘Bill’ Denbrough), o gordo que sofre bullying (Benjamin ‘Bem’ Hanscom), o com problema de saúde (Edward ‘Eddie’ Kaspbrak), o garoto negro (Michael ‘Mike’ Hanlon), o escoteiro e judeu (Stanley ‘Stan’ Uris) e a garota (Beverly ‘Bev’ Marsh). Por mais que soe meio preconceituoso o que escrevi, temos aqui um grupo forte de personagens, principalmente quando unidos. Bill é um líder nato, Bev desde cedo mostra ser uma garota de atitude e forte, Ben beira o gênio quando se trata de engenharia (vide a cena da represa), Richie sempre tem uma piada na ponta da língua (seja em boa hora ou fora dela), Stan tem um grande conhecimento acumulado, Eddie sempre está pronto pra ajudar no que quer que seja e Mike, o último a se juntar ao clube, demonstra uma bela força de vontade.

Temos ainda o trio de “vilões”, formado por Henry Bowers, Victor Criss e Reginald “Arroto” Huggins. Victor Criss e “Arroto” Huggins normalmente só vão na onda de Henry, o único do trio que REALMENTE é mal, tanto que Pennywise mais de uma vez se utiliza dele para tentar dar cabo do “Clube”. Aliás, Henry é reconhecido como um dos personagens humanos mais sádicos dentro da bibliografia de King. Muitas ações dele são completamente descabidas para alguém da idade dele, desde criança.

A história como um todo é fantástica, tanto quando o “Clube” ainda é adolescente como no momento em que, já adultos, retornam a Derry para, mais uma vez, enfrentar a “Coisa”. A lição de amizade e o fim da infância e adolescência que King mostra nesse livro é maravilhosa, como acontece no conto “O Corpo” (do livro “Quatro Estações”). O enredo pode parecer cansativo às vezes, mas eu vejo como necessário pra compreendermos melhor os personagens e seus problemas (sejam de ordem pessoal ou seu envolvimento com a Coisa).

De modo geral, é um dos melhores livros de Stephen King que li até hoje (e já passei dos 30!).

Anúncios

Ações

Information

2 responses

20 02 2015
Nicole

Comecei agora a leitura de It (basicamente terminei o primeiro capítulo rsrs), mas enquanto lia a sua resenha me lembrei várias vezes do conto “O Corpo”! Fiquei super feliz que no final você puxou o gancho e confirmou minha suspeita! rsrs
Gostei de como você descreveu os personagens, principalmente do Clube dos Perdedores 🙂

Nunca vi o filme lançado nos anos 90 e até agradeço por isso. Agora posso ler It sem muito “spoiler”.Acho até que algumas vezes quando uma pessoa assiste primeiro o filme ao invés de ler o livro, acaba perdendo um pouco a emoção/medo/surpresa da história. Mas, essa é minha opinião né xD

Fico desacreditada que você conseguiu terminar o livro em um mês e pouco! Como pode? São mais de 1000 páginas! Comecei a ler A Guerra dos Tronos esse mês e tenho planejamento de lê-lo em 1 mês e meio, mais ou ou menos. Isso porque são 592 páginas! Imagina IT!

O novo filme sai esse ano, e ainda não divulgaram grandes informações, né? Comentaram do diretor Cary Fukunaga e que será dividido em duas películas. Quero saber do elenco! Vejo fotos do Pennywise com o Tim Curry e morro de medo kkkk Também espero que o novo ator seja assustador!
Só tenho certeza de uma coisa, vou ver no cinema e se possível na estreia!

Ótima resenha Uiu!!
Vi que você fez de O Iluminado também, vou conferir!
Beijos :*

20 02 2015
Will Sparrow

Quando li o livro e o conto “O Corpo” sempre tracei na minha mente esse paralelo entre os amigos, principalmente o Richie e o Teddy Duchamp (acho que o humor deles é muito similar uahuahauhauha).

Concordo contigo quando diz que ver o filme antes de ler faz perder um pouco do brilho e das emoções que a leitura poderia proporcionar!! Mas It eu tinha assistido fazia muito tempo, então lembrava de poucas coisas, o que ajudou quando li xD

Sobre a velocidade de leitura: eu meio que devoro livros mesmo UAHUAHAUHAUAHUAHUAHAUH. It foi a leitura mais demorada que tive até hoje (excetuando, talvez, As Crônicas de Nárnia, que me tomou um ano todo. Mas eram sete crônicas curtas, então fui lendo aos poucos mesmo).

Sobre o novo filme: o que sei é exatamente isso também. A ainda bem que vão dividir em dois, porque senão seria deprimente espremer 1100 páginas em no máximo 2h30!! Se fizerem dois filmes de pouco mais de duas horas cada, já será ótimo!! Agora é torcer pra fazerem a coisa direito, porque olha… tenho medo depois do segundo remake de Carrie ):

Por fim, valeu por ter lido e gostado, Nica!! Eu ia fazer posts curtos sobre cada filme do King que li, mas a preguiça venceu uahauhauahuahuah. Fiz esse porque você me deu uma motivação extra mesmo! XD

Beijão! =*

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: