Top 10 (agora 20) Musical do Autor – Metallica

28 06 2013

[editado]

Devido a uma grande dificuldade com o próximo top da lista, decidi que farei um top 20 quando a banda for merecedora.

E é ÓBVIO que o Metallica é mais que merecedor.

Por isso, vou colocar as músicas do 11º ao 20º aqui, e depois a lista segue normal.

[editado]

Já inicio avisando: esses top 10 são de gostos meus e, como já foi com o top de personagens, provavelmente causará uma certa polêmica. Existem alguns clássicos fora da lista, e outras músicas de discos detestados por uma parte dos fãs.

Tendo dito isso, vamos lá.

20- Whiplash (álbum: Kill ‘Em All)

Um petardo desse que é o debut da banda. Riffs matadores e um thrash cru e sem frescuras!

19- All Nightmare Long (álbum: Death Magnetic)

Apesar de diversas críticas, eu considero esse disco muito bom. All Nightmare Long tem um peso que não via na banda desde o …and Justice for All, e com muita qualidade!

18- Fuel (álbum: ReLoad)

Música com refrão extremamente grudento e muito divertida, mostrando que a dupla Load/ReLoad não é essa porcaria que muitos dizem!

17- Until It Sleeps (álbum: Load)

Quando Load saiu, muita gente torceu o nariz. Mas eu ainda acho que as letras e muito do instrumental da banda são ótimos, exemplo esse que Until It Sleeps mostrou bem, apesar de não ser uma música cheia de riffs e peso.

16- Battery (álbum: Master of Puppets)

Uma música cheia de vitalidade e riffs de pirar, e com uma técnica apurada.

15- Enter Sandman (álbum: Metallica)

A música mais voltada pro público dito “novo”, com uma cara bem comercial e, ainda assim, cheia de qualidades.

14- Seek and Destroy (álbum: Kill ‘Em All)

Essa música é a que fecha TODOS os shows da banda há… sei lá… todos os anos. Refrão que entra na cabeça e nunca mais sai, e com um riff inesquecível.

13- Ride the Lightning (álbum: Ride the Lightning)

A música homônima do segundo disco da banda e que mostra como eles evoluíram em apenas um ano. Pesada e bem trabalhada, mostrando como podem ser técnicos além de esbanjarem peso e velocidade.

12- Invisible Kid (álbum: St. Anger)

Sim, o disco mais criticado da história da banda. Até certo ponto com razão. Mas eu considero essa música o ponto alto no meio de tanta crítica: divertida, grudenta e com uma levada incrível, mesmo sem solos e com a caixa irritante na bateria do Lars.

11- No Leaf Clover (álbum: S&M)

Em 1998 o Metallica lançou um disco com a participação da Sinfônica de São Francisco. Com apenas duas novidades, o disco tem um ponto alto na ótima No Leaf Clover, que mostrou bem como a banda sabe trabalhar de diversas formas, e sempre mantendo a qualidade!

10 – Blackened (álbum: …and Justice for All)

Um ótimo som! O Metallica começava a mudar realmente a sonoridade nesse disco, que concorreu ao Grammy de melhor disco de rock em 1989.

9 – Sad But True (álbum: Metallica  *ou Black Album*)

O disco que levou o Metallica ao estrelato mundial (e quando os fãs antigos resolveram torcer ainda mais o nariz). Essa música tem uma pegada fantástica, e Hetfield tava no auge de criatividade par letras.

8 – For Who the Bell Tolls (álbum: Ride the Lightning)

A banda no seu melhor álbum. Essa música te faz banguear sem fazer muito esforço!

7 – Hero of the Day (álbum: Load)

Primeira polêmica da lista. Mas eu acho essa uma balada incrível, e um disco injustiçado.

6 – The Unforgiven II (álbum: ReLoad)

Outra polêmica. Mas considero que essa continuação do clássico do disco de 1991 de qualidade ímpar, mesmo dentro da discografia da banda.

5 – Master of Puppets (álbum: Master of Puppets)

Pra muita gente o melhor disco da banda, e a melhor música deles também. Peso incrível, com riffs matadores!

4 – The Unforgiven (álbum: Metallica)

Inciou-se aí a (até agora) trilogia imperdoável. A primeira ainda é, com uma pequena sobra, a melhor delas. Principalmente com relação a letra.

3 – Fade to Black (álbum: Ride the Lightning)

A primeira balada da banda, logo no segundo disco. A letra dela é deveras depressiva, mas isso junto com um instrumental realmente fantástico dá a ela a medalha de bronze!

2 – One (álbum: …and Justice for All)

Com esse petardo o Metallica entrou na era dos videoclipes. Um dos melhores trabalhos de Lars Ulrich até hoje.

1 – Nothing Else Matters (álbum: Metallica)

Essa música foi a primeira do Metallica que ouvi, ainda um infante. Mas só fui entender o que era Metallica anos depois. Essa música também tem um valor sentimental fortíssimo pra mim!

Menção Honrosa: The Memory Remains (álbum: ReLoad)

Em 1997 eu estava entrando de vez no mundo do rock and roll. Mas essa música me fez entender que o Metallica seria minha banda preferida, e por isso merece ser citada aqui, mesmo não entrando no top 10!

Anúncios

Ações

Information

One response

28 06 2013
ferchanyouko

A nossa música em primeiro! *-*

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: