Piratas muito loucos *ou One Piece*

24 10 2012

Recentemente dei início na leitura (e aos poucos também a assistir) o mangá (e anime) que faltava no chamado “trio de ferro” atual do Japão. Já lia Bleach e Naruto, e enfim iniciei One Piece.

One Piece

One Piece

A demora é justificável: eu adiei porque o mangá já está extremamente avançado (quase 700 capítulos lançados!!), e sempre que via isso a preguiça era mais forte de dar uma chance a ele, mesmo eu tendo ótimas avaliações de amigos que já leem o mangá há anos (ou que começaram mais recentemente), mas antes de mim.

Porém, após uma série de pessoas virem quase em sequência com elogios efusivos, resolvi deixar a preguiça de lado e começar a ler. Após um tempo lendo, meu pensamento era “por que diabos demorei tanto pra começar a ler?”.

Tá, vamos a um resumo rápido. Monkey D. Luffy é um garoto que sonha em se tornar o Rei dos Piratas, e encontrar o tesouro escondido do maior pirata de todos os tempos, Gol D. Roger. Ele então parte em busca de uma tripulação para poder adentrar na Grand Line e, enfim, ir em busca de seus sonhos!

Gol D. Roger

Gol D. Roger

Eu estou pra entrar na que dizem ser uma das melhores sagas da série, Water 7. Então, vou falar sobre a tripulação e os arcos até onde eu cheguei.

Capitão: Monkey D. Luffy

Um garoto que, um belo dia, comeu a akuma no mi (fruto do diabo, que dá poderes aos que a comem, em troca da capacidade de nadar) chamada gomu gomu no mi, e ganhou poderes de borracha, podendo esticar-se amplamente. Muito forte e determinado, é à partir de seu sonho (e do chapéu de palha que ganhou de seu amigo e também capitão pirata Shanx) que ele passa a formar a tripulação.

Monkey D. Luffy

Monkey D. Luffy

Primeiro-Imediato: Roronoa Zoro

Um espadachim extremamente habilidoso, e que também era caçador de piratas. Um belo dia, ele foi salvo por Luffy e, em troca disso, aceitou fazer parte da tripulação dele. Um grande lutador, e também um grande amigo.

Rononoa Zoro

Rononoa Zoro

Navegadora: Nami

Uma experiente navegadora (apesar da pouca idade). Ela parece saber exatamente quando o tempo mudará, e como ele estará. Ela era uma ladra (de piratas!), e trabalhava para o capitão pirata Arlong, um tubarão-serra (??) da tripulação dos tritões. Sua história é uma das mais comoventes e, desde o momento em que Luffy a ajudou a salvar sua terra natal, ela se jutnou à tripulação.

Nami

Nami

Atirador: Usopp

Um grande mentiroso, mas de grande coração. Se auto-intitulava “capitão Usopp”, e tinha em sua tripulação 3 pequenos garotos. Quando Luffy, Zoro e Nami chegaram em sua cidade, ele os acolheu. Ele era amigo de uma garota chamada Kaya. Quando Usopp e os outros a salvam do capitão Kuro (que se passava por mordomo dela para roubá-la a herança), Usopp se junta ao bando, e Kaya os presenteia com seu primeiro navio: Going Merry!

Usopp

Usopp

Cozinheiro: Sanji

Cozinheiro do navio-restaurante Baratie, e também um exímio lutador. Quando Luffy e sua tripulação pararam no navio para comerem, o local foi atacado pelo pirata Don Krieg. Aí também conehcemos o primeiro shichibukai (isso é material pra outro texto), Mihawk. Após a batalha contra Don Krieg, Sanji resolve seguir com Luffy e tornar-se cozinheiro da tripulação. Tem uma queda absurda por mulheres bonitas e uma rivalidade interessante com Zoro.

Sanji

Sanji

Médico: Tony Tony Chopper

Uma rena (?!) que acabou comendo a akuma no mi hito hito no mi e ganhou a habilidade de se transformar (mas não completamente) e raciocinar como os humanos. Ele foi criado por um médico que, por sinal, era tido como um grande farsante. Quando Chopper, juntamente com a tripulação de Luffy, conseguiu livrar a terra onde Chopper vivia do tirano Wapol, ele resolveu seguir viagem com Luffy e seus amigos.

Tony Tony Chopper

Tony Tony Chopper

Arqueóloga: Nico Robin

Ela fazia parte do bando do temido pirata Crocodile (outro shichibukai). Uma arqueóloga com a incrível capacidade de lero poneglyphs (inscrições em pedra, uma clara alusão aos hieroglifos egípcios) e com a habilidade da akuma no mi hana hana no mi, que a permite fazer aparecer partes de seu corpo onde ela quiser. Desde cedo é caçada graças à essa habilidade de ler as inscrições. Durante a batalha contra Crocodile, ela sempre pareceu estar um pouco alheia a tudo. Mas quando Crocodile a colocou de lado, e ela foi salva por Luffy, ela resolve seguir viagem com a tripulação, pois achou que isso seria divertido.

Nico Robin

Nico Robin

Inimigos

Luffy já derrotou diversos piratas, como Buggy o Palhaço, Arlong, Don Krieg, Crocodile e, no arco do céu, o “deus” Enel. Diversas aventuras já levaram não só Luffy como toda a sua tripulação (e porque não dizer amigos, ou ‘nakamas’ como no original) ao limite. Mas muito ainda virá. Aguardo ainda diversas surpresas no caminho!

We Are!

We Are!

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: