Do Visionário Diretor de 300 e Watchmen *ou Sucker Punch*

28 03 2011

Passei um longo tempo sem postar algo por aqui, ainda mais falando sobre um filme específico.
Mas na última sexta feira fui à sala IMAX do Bourbon Shopping para ver a estréia do novo filme do diretor Zack Snyder, “Sucker Punch”.

Olha o logo, que bonitinho! xD

Após ele dirigir o remake de “Madrugada dos Mortos”, um clássico de George Romero, ele foi escolhido para dirigir a adaptação da graphic novel “300”, juntamente com seu autor, Frank Miller. Resultado: sucesso absoluto.

This is Sparta!

This is Sparta!

E para seu próximo filme ele ganhou a alcunha de “visionário”. Mas era um trabalho mais complicado: Watchmen, do gênio Alan Moore.

Aí estão nossos heróis.

Aí estão nossos heróis.

Watchmen não teve a mesma resposta da crítica e do público que 300, mas ainda assim foi um filmaço!

E então, ele fez sua primeira animação: “A Lenda dos Guardiões”, baseado nos livros da série “Os Guardiões de Ga’Hoole”. Como esse eu não assisti, não vou opinar.

Soren

E lá vai nosso herói, voando...

E após isso, Snyder finalmente resolveu levar a cabo a história que ele criou, seu próprio mundo: “Sucker Punch”.

Para começar, eu deveria dizer que a cabeça de Zack Snyder é realmente complexa. Para ele criar mundos como aqueles em que se é visto no filme, ele só pode ser maluco!

Segundo, eu admito: visualmente falando, foi o melhor filme que eu já vi. Mesmo que o resultado final não seja o melhor filme da história, é um grande filme e merece respeito!

E por fim: as garotas são um show à parte!

Garotas

Rapaz... nem digo nada.

Bom, já falei que o visual do filme é algo incontestavemente insuperável. Mas… e a história?

Ela é focada em Baby Doll (Emily Browining, a Violet de “Desventuras em Série”, que cresceu bem, por sinal…). Após uma série de infortúnios (piada pronta!), ela vai parar num sanatório. Lá, ela conhece as outras garotas: Blondie (Vanessa Hudgens, de High School Musical, surpreendente), Rocket (Jena Malone), Amber (Jamie Chung) e Sweet Pea (Abbie Cornish), além de terem “aulas” com a Madame Gorski (a sempre estonteante Carla Gugino, de filmes como Watchmen). Lá, ela descobre como o mundo da sua mente pode levá-la até lugares inacreditáveis.

Não me darei ao luxo de dizer mais nada, porque qualquer coisa além disso pode ser considerada como spoiler.

Vale a pena uma ida ao cinema, só digo isso!!

Now playing: Sakura Saku – Megumi Hayashibara

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: