Vai viajar no espaço? Não esqueça seu guia!

20 08 2008

Douglas Noël Adams (1952-2001) era um escritor e comediante inglês. Como muitos sabem, o humor inglês é extremamente refinado e inteligente, e ele não ficava atrás! Trabalhou com os rapazes do Monty Python an finada série “Monty Python Flyin’ Circus), escrevendo alguns esquetes.

Douglas Adams
O autor

Em idos de 1978, entra no ar, na rádio BBC de Londres um programa chamado “The Hitchhiker’s Guide to the Galaxy” (por aqui conhecido como “O Guia do Mochileiro das Galáxias”). Com o estrondoso sucesso, Adams resolveu transformá-las em livros, o que gerou uma trilogia de quatro livros (?!?), além de um quinto livro, que fecha a série, mas que oficialmente não faz parte da mesma.

O guia
Olha o livro aí!

O livro trata da história de Arthur Dent. Um típico inglês que vive numa cidade tranqüila. Até que numa manhã resolvem destruir a casa dele, para que pudessem fazer uma rodovia, que passa EXATAMENTE por onde a casa dele se encontra. Ele tenta argumentar, mas é inútil. Em certo momento, surge Ford Prefect (nome genial!), e diz que precisa falar com ele. Eles vão ao bar, e Ford diz que o mundo será destruído. Arthur jura que ele está louco, até o momento em que sua casa realmente é destruída. Ele sai como um louco, mas era tarde demais.
Naquele mesmo momento, naves amarelas e horrívelmente quadradas voavam pelo planeta. De repente, uma voz sibilou pelo mundo inteiro. Ela dizia que a Terra seria destruída para dar lugar a uma rodovia intergaláctica. Todos entram em pânico, menos Ford, que, perto dos destroços da casa de Arthur, pegou pra ele uma toalha. Segundo ele, o objeto mais importante para um mochileiro das galáxias. Senão o objeto mais importante para qualquer pessoa. Após isso, ele pega seu aparelho que permite a ele pegar carona em espaçonaves e, junto com Arthur, partem para uma das naves vogons que ali estavam. E alguns momentos depois, a Terra virou poeira espacial.

Ford e Arthur
Vamos nessa!

Em outro ponto da galáxia, num planeta muito distante, Zaphod Beeblebrox, o presidente da galáxia, estava navegando em seu barco delta com drive iônico (uma das marcas de Adams: nomes absurdamente complexos!). Ele estava a caminho de uma solenidade: a ‘inauguração’ da nave Coração de Ouro, uma nave que era movida por um motor de Geração de Improbabilidade Infinita. Durante a cerimônia, ele simplesmente resolve roubá-la. E o faz, juntamente com Trillian, uma garota da Terra que ele havia pegado em uma passagem pelo planeta.

Zaphod
Meet the president!

Enquanto isso, na nave vogon, Arthur e Ford são descobertos, após Ford lhe mostrar o que é o Guia do Mochileiro das Galáxias, e como aquilo era útil para um viajante espacial. Eles são levados à presença de Prostetnic Vogon Jeltz, o líder da frota de naves de demolição vogon. Vogons odeiam que pessoas peguem carona em suas naves e, após um poema (o poema vogon é considerado o 3º pior do univereso!), os jogam pra fora da nave.

Prostetnic Vogon Jeltz
Vou lhes contar um poema…

Mas, graças a uma improbabilidade, naquele exato momento, a Coração de Ouro aparece no exato quadrante do universo em que eles se encontravam caindo no vazio imenso do nada, e os resgata. Trillian diz a Zaphod que alguém, por algum motivo, havia invadido a nave.

Trillian
Ela não é uma graça?!

Zaphod manda o robô da nave, Marvin, ‘recepcionar’ os viajantes que inadvertidamente haviam caído dentro daquela espaçonave. Marvin é um robô com um cérebro do tamanho de um planeta e, por isso, sempre está deprimido e reclamando de tudo e todos. Mas vai obedientemente recepcionar os intrusos.

Marvin, the Paranoid Android
Ah, meu Deus, estou tão deprimido!

Eles então são levados para junto de Zaphod e Trillian. Aí descobrimos que Arthur já conhecia Trillian (ou Tricia McMillian, seu verdadeiro nome) e Zaphod, que era um primo meio distante de Ford. A partir daí, eles vão atrás do planeta Magrathea e da pergunta fundamental sobra a vida, o univeso e tudo o mais!

Arthur,  Zaphod, Ford e Trillian
Vamos nessa!

Nessa parte, o livro e o filme, lançado em 2005, se diferenciam. O filme mostra Humma Kavula, o candidato que perdeu para Zaphod nas eleições de presidente da galáxia, o que não é citado em nenhum momento no livro. Além de uma parada no planeta dos vogons, em que eles tinham que salvar Trillian, que tinha sido presa.

Explicações: O que é o Guia do Mochileiro das Galáxias?

É um guia, feito para substituir a Grande Enciclopédia Galáctica. Ele contém informações sobre TUDO o que existe no universo: planetas, pessoas, restaurantes, toalha, enfim, coisas absolutamente úteis para um mochileiro! Na sua capa, está escrito a frase que tem extrema importância em horas de desespero: “NÃO ENTRE EM PÂNICO!“.

Algumas curiosidades

– O livro sempre trata do número 42. Ele é a resposta para a pergunta fundamental sobre a vida, o univeso e tudo o mais. Mas… qual é a pergunta, afinal?
– Os outros livros da série são, na ordem: O Restaurante no Fim do Universo, A Vida, o Universo e Tudo o Mais, Até Mais, e Obrigado Pelos Peixes e, segundo alguns sites, Praticamente Inofensiva.
– O livro demonstra a importância que a toalha significa para um mochileiro. Segundo a Wikipédia: “A ficção de O Guia do Mochileiro das Galáxias, de Douglas Adams, descreve uma toalha (do tipo usado para se enxugar) como uma das coisas mais úteis para um Mochileiro das Galáxias. Pode ser usada para se proteger do frio, da chuva, ser amarrada na forma de venda nos olhos no caso de precisar evitar olhar para algo, como uma grande altura ou uma Terrível Besta de Traal (um animal estonteantemente burro, que acha que, se você não pode vê-lo, ele também não pode ver você – estúpido feito uma anta, mas muito, muito voraz); pode também ser usada para evitar contato com o chão durante a noite, caso queira ou precise dormir ao relento e pode ser usada para se secar após um banho se estiver seca e limpa o suficiente.”
– O livro gerou também uma série de TV.
– Exsite o Dia da Toalha. Bizarro? Nem tanto, pois foi uma forma dos fãs homenagearem Douglas Adams. Mas… as pessoas comemoram da seguinte forma: passam o dia todo andando por aí com suas toalhas.

Dia da toalha
Pessoas loucas comuns comemorando a data

– Todas as fotos do post (com exceção das fotos de Douglas Adams e da capa do livro) são do filme “O Guia do Mochileiro das Galáxias”, de 2005

Ao som de: Master Passion Greed – Nightwish

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: